Saudade

Foto: Tabgha, área da Igreja do Primado, Israel.

Leitor(a) amigo(a),

“Se você sente saudades de alguém que o destino transferiu para longe do seu convívio, não se deixe agastar.

Observe que outros corações queridos continuam cercando seus dias. Quem trabalha constantemente pelo bem de todos, quase não encontra tempo para sofrer.

Tudo no Universo está unido pela presença de Deus.

A distância para quem verdadeiramente ama é simples ilusão que pode ser
neutralizada pela luz da oração e do serviço. O segredo é não deixar vazios na alma.

A saudade abre lacunas que devem ser preenchidas com vibrações de esperança, otimismo e serenidade.”

TELES, ARISTON S./ PASTORINO Minutos de Luz . 11ª Edição. Sobradinho/DF:   Ano Luz, 2008.

Ninguém escapa dos  momentos de dor. Não se entregue jamais ao desânimo, à revolta ou ao desespero, creia que há forças em seu coração. Toda ferida se fecha, deixemos que o tempo faça o seu trabalho de fechar a ferida. É nos momentos de dor que você descobre a força que tem.

Muita paz!

Marlene Oliveira

 

Continue lendo “Saudade”

Share

A força emocional.

Foto: no Vaticano, em audiência pública com o Papa Francisco.

Se te  atormenta o problema, a espera, a dor ou o vexame, busca ser forte.
A força, uma vez buscada, tende a se  fazer presente e a levantar o que
encontra derrubado.

Mesmo nos momentos mais tristes, há dentro de ti uma força de alegria, de esperança, de renovação e elevação, esperando, silenciosa, a hora de aparecer.

Quando o momento te aperte, a dor se aproxime e não vejas solução de espécie alguma, confia em Deus, nas forças do teu coração, e proclama-te em paz.

Ademais, se  te deténs a chocar os ovos da intranquilidade, o que deles pode sair?

A dificuldade te beneficia.

Da cana espremida sai o caldo, e da dificuldade compreendida nasce a paz.

LOPES, Lourival. Ânimo. 14ª Reimpressão. Brasília, Otimismo, 2010.

Caro(a) Leitor(a),

Antes
da crise de desespero se instalar acalma seu coração com uma oração,

refletindo e sentindo cada palavra, cada frase. Tente um pensamento
positivo, um exercício de respiração, e a sua força emergirá para que
você decida pelo melhor. Se a crise vier, você sabe que depois que ela
passar ficará a  ressaca desagradável e com ela mais sofrimento.  Está
na hora de mudar tudo isso! Você não está sozinho(a), jamais! Decida
parar de sofrer!

Abraços fraternos e força sempre,

Marlene Oliveira

Share

A História de Um Anjo

 

Leitor(a) amigo(a), A História de Um Anjo é um livro maravilhoso, impossível não gostar. Depois de ler este livro fiquei ainda mais interessada no período de transição do planeta Terra e li outros livros sobre o tema:

  1.  Quando Ele Voltar, de Rick Medeiros
  2. Universalismo Crístico e
  3. A Nova Era, do mesmo autor de A História de Um Anjo.

São mensagens de fé e esperança de que dias melhores virão. E o melhor, já estão a caminho!

Quem despertar para a importância de seguir a própria consciência em um
processo sincero de busca do autoconhecimento pode se considerar um
bem-aventurado.
Não percamos tempo!
Paz e bem!Marlene Oliveira
 

PS.
Postado originalmente em 13/10/2009. De lá pra cá já li muitos outros
livros e continuo recomendando a leitura de A História de Um Anjo, que é
uma espécie de pré requisito para os demais. Muito obrigada!
Share

Acredite em você!

 

“Senhor Deus,

Necessito melhorar minha autoestima. Quero não recear as responsabilidades, os desafios, as transformações. Sei que posso ser feliz.

Sinto que não é correto manter hábitos nocivos, acomodar-me, descrer de que posso ser muito mais do que sou agora. O temor de mudar não me faz bem, é descrença em mim e falta de fé em Ti.

Por isso, o meu interior se manifesta, sacode-me com um repuxo para cima, com um convite para ser melhor e acreditar nas forças que tenho. Ele já não se satisfaz mais com a inércia, o comodismo, a indiferença.

Suplico, Senhor, que me conserves com ânimo, para que eu possa me olhar sempre com mais otimismo, acreditar nas minhas capacidades e me revestir de novas esperanças a cada dia que começa.

Obrigado(a), Senhor Deus, muito
obrigado(a)!”

LOPES, Lourival – Fala Com
Deus:  4ª Reimp. Brasília: Editora Otimismo, 2010.

Leitor(a) Amigo(a),

As palavras acima recitadas com fé são atendidas. Acredite nas forças que você tem, nas suas capacidades e no amparo de Deus, e saiba que você é capaz de superar seja o que for e triunfar. Tente! Liberte-se do pânico que está
sentindo. Recomendo também o Salmo 91.

Que Deus abençoe você com a serenidade, a fé em Deus e em si mesmo, e o ânimo.
E que venham dias mais felizes!

Marlene Oliveira

Share

Gratidão a Deus

“Senhor, nós desejamos agradecer, agradecer a tudo o que nos destes, tudo o que nos das: o ar, o pão, a paz.
Gostaríamos de agradecer-te a beleza que vislumbramos nos painéis da natureza; agradecer-te a visão, a felicidade de poder enxergar.
Com os olhos vemos a terra, vemos o céu, detemo-nos no mar.
Graças à misericórdia da visão, Senhor, podemos contemplar o vosso amor.
Share

Ave Maria!

Leitor(a) amigo(a),

Na hora da aflição clamamos por Maria, a mãe de Jesus! Faço aqui uma singela homenagem Àquela que nos atende, que intercede por nós! Paz e bem!

Voz linda do grupo Celtic Woman, confira:

Vamos aprender a cantar? Eis a letra:

Ave Maria
Gratia plena
Dominus tecum
Benedicta tu
In mulieribus et benedictus
Fructus ventri tui Jesus
Sancta Maria
Sancta Maria Maria
Ora pro nobis
Nobis pecatoribus
Nunc et in hora
Ora mortis nostrae
Amém
Amém

Fraternalmente,

Marlene Oliveira

Share

História de Frei Boaventura

Foto/wallpaper: Cardiff Castle, Wales, United Kingdom

“Em uma pequena comunidade medieval na Europa, vivia um monge que possuía um coração generoso. Ele auxiliava a todas as pessoas de seu povoado.
Nas primeira horas do dia, o Frei Bonaventura já se encontrava às portas de seu mosteiro para auxiliar, dentro de suas possibilidades, as pessoas carentes do corpo e do espírito.

O caridoso Frei atendia desde problemas materias, como a necessidade de alimento e vestuário, até complexos problemas existenciais. Ele era um grande psicólogo dos dilemas humanos. Muitos casamentos e relações familiares foram salvas pelas palavras meigas e sábias do generoso servo de Cristo.

O seu trabalho era dedicar-se ao próximo sem distinguir o rico do pobre, o  suserano do vassalo ou a classe real da plebe. Bonaventura compreendia que a verdadeira caridade não espera nada em troca e não escolhe os
beneficiados. Ela simplesmente age por agir!

As pessoas do seu povoado diziam ser Bonaventura um anjo ou um santo de Deus em missão na Terra, porque ele nada fazia para si, somente para os outros. E quando lhe perguntavam o que ele gostaria de receber em contrapartida por toda a sua generosidade, ele respondia que já possuía tudo o que desejava através das bênçãos de Jesus.

Mas, na verdade, o amigo dos necessitados tinha um desejo que guardava oculto em seu coração. Ele desejava que Jesus lhe aparecesse em espírito para que ambos pudessem conversar. Bonaventura sonhava com a oportunidade de esclarecer, junto ao Mestre, as suas dúvidas sobre os
ensinamentos do Evangelho e poder confraternizar com aquele que era o seu exemplo de vida e meta a atingir em sua dedicada existência.

Os anos se passavam e o bom frade trabalhava incessantemente, acalentando em seu coração a realização de seu sonho, sempre colocando em primeiro lugar, o amor e o espírito de caridade aos seus semelhantes.

Até que, certo dia, após acordar e preparar-se para atender aos
necessitados, ele dirigiu-se ao quarto para pegar seus óculos e teve uma adorável surpresa: Lá, encontrou o governador espiritual da Terra,
Jesus.
Em profunda emoção, o Frei Bonaventura disse:

Continue lendo “História de Frei Boaventura”

Share

Bem-estar físico, mental e emocional.

 

Leitor(a) amigo(a),

“Há mais coisas entre o céu e a terra do
que possa imaginar vossa vã filosofia”. Esta frase atribuída a
Shakespeare num momento da evolução humana em que nada ou pouco se sabia dos mistérios divinos faz-nos pensar: o que ou quem o inspirou com tanto acerto?

Em verdade, a humanidade da época de Shakespeare e a humanidade dos
dias atuais difere na evolução tecnológica, mas ainda está longe de
entender a evolução espiritual que se processa nos mundos.

Pelos textos antigos de diversas culturas, inclusive a Bíblia,
percebemos quão atual são seus ensinamentos! Isto provavelmente
significa que nós avançamos muito pouco em direção a Deus, ainda sem
conseguir colocar em prática os ensinamentos de Jesus Cristo,
especialmente o “amai-vos uns aos outros como eu vos amei”.

Pouco se sabe sobre o poder da oração e a força dos pensamentos,
apesar de tantos debates. Já se fala em doenças psicossomáticas
indicando que os sentimentos, as emoções desequilibradas, as sensações,
ou seja, coisas que existem apenas no campo mental/emocional/invisível
transferem-se para o campo físico/material/visível/palpável.

Pode-se concluir que os sentimentos, as emoções equilibradas, as
sensações e tudo o que ocorre no campo invisível dos nossos pensamentos e
sentimentos como a alegria, os bons pensamentos e o amor são preciosos
antídotos no combate às doenças psicossomáticas e também para manter um
corpo físico saudável! Por que não, se o contrário se dá? A ciência
médica e a psicologia já assim admite.

Tristemente constatamos que até essa questão mínima aqui tratada é
vista por muitos com total descrença. E assim a humanidade caminha “com
passos de formiga e sem vontade”, como diz a letra de uma música de Lulu
Santos.

Vivemos num mundo caótico e necessitamos buscar Deus para equilibrar nossas almas. Jesus quando se dirigiu ao Getsêmani, levou com ele os
apóstolos e pediu a eles que o esperassem enquanto ele orava. Quando
volta, acha os discípulos dormindo. Então ele diz a Pedro: Mt 26:41 –
“Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito na verdade
está pronto,mas a carne é fraca”.

Eis a lição inesquecível: “orar sempre e constantemente!”

Com a oração, a fé em Deus e em si mesmo, nossos pensamentos serão melhores e a vida muda para melhor.

Obrigada pela visita, muita paz!

Marlene Oliveira

Share

“Não faças ao teu semelhante aquilo que para ti mesmo é doloroso.” (Lei Judaica)

  Clique na imagem para ampliá-la.

 

“Tenho ainda outras ovelhas que não são deste aprisco; é preciso que também a essas eu conduza; elas escutarão a minha voz e haverá um só rebanho e um
único pastor.” (João, 10:16.)

Querido(a) leitor(a),

A mensagem crística já venceu em todo o mundo.

Entendi que não se trata de esta ou aquela religião conquistar adeptos mundialmente.

Os grandes mensageiros de Deus no mundo não fundaram religiões.

Jesus se refere à sua mensagem, cuja essência é “O amor ao próximo como a si mesmo buscando cultivar as virtudes crísticas de forma verdadeira e
incondicional refletindo diretamente o amor do próprio Criador.” (UC)

Comparem, que interessante:

“Bem-aventurados os que temem magoar outrem por pensamento, palavras e obras.” (Sufismo)

“A natureza só é amiga quando não fazemos aos outros nada que não seja bom para nós mesmos.” (Zoroastro)

“Na felicidade e na infelicidade, na alegria e na dor, precisamos olhar
todas as criaturas assim como olhamos a nós mesmos.” (Mahavira)

“Julga aos outros como a ti julgas. Então participarás dos céus.” (Sikhismo)

“Ninguém pode ser crente até que ame seu irmão como a si mesmo.” (Maomé)

“De cinco maneiras um verdadeiro líder deve tratar seus amigos e
dependentes: com generosidade, cortesia, benevolência, dando o que deles
espera receber e sendo tão fiel quanto sua própria palavra.” (Buddha)

“Não faças aos outros aquilo que não queres que eles te façam”. (Confúcio)
“Considera o lucro de teu vizinho como o teu próprio e seu prejuízo como se também fosse teu.” (Lao-Tsé)

“Não faças ao teu semelhante aquilo que para ti mesmo é doloroso.” (Lei Judaica)

“Não faças aos outros aquilo que, se a ti fosse feito, causar-te-ia dor.” (Hinduísmo)

E, finalmente:

“Tudo quanto quereis que os homens vos façam, fazei-o também a eles.” (Jesus)

Estas
frases, assim organizadas, encontrei em um livro espírita, psicografado
por Norberto Peixoto, de autoria do espírito Ramatís. Elas nos mostram
como são semelhantes as religiões.

Desse modo, tendo alcançado todos os povos, a mensagem de Jesus Cristo, que é a mesma de Buda, Maomé e tantos outros acima citados, é a mensagem já espalhada para toda a humanidade.

Obrigada pela visita! Paz e bem!

Marlene Oliveira

Share

A Realeza de Jesus

Wallpaper: Serene Waterway
“Tornou a entrar Pilatos no palácio, e chamou a Jesus, e disse: Tu és o rei dos judeus? respondeu-lhe Jesus: O meu reino não é deste mundo; se o meu
reino fosse deste mundo, certo que os meus ministros haveriam de pelejar
para que eu não fosse entregue aos judeus; mas por agora o meu reino
não é daqui. Disse então Pilatos: Logo, tu és rei? Respondeu Jesus: Tu o
dizes. Eu sou rei. Eu não nasci nem vim a este mundo senão para dar
testemunho da verdade; todo aquele que é da verdade ouve a minha voz.”
(João, 18:33, 36 e 37)
O reino de Jesus não é deste mundo, é o que todos entendem. Mas, na Terra, não terá Jesus uma realeza?
O título de rei nem sempre implica o exercício do poder provisório. Ele é
dado por meio de uma concordância de todos aos que, por sua
genialidade, colocam-se em influindo sobre o progresso da Humanidade. É
nesse sentido que se diz: O rei ou o príncipe dos filósofos, dos
artistas, dos poetas, dos escritores, etc. Essa realeza, nascida do
mérito pessoal, consagrada no tempo, não tem, muitas vezes, maior valor e
importância do que aquele que leva a coroa? Ela é imortal e sempre
abençoada pelas gerações futuras, enquanto a outra é jogo de
oportunidades e, às vezes, amaldiçoada.
A realeza terrena termina com a vida; a realeza moral ainda governa,
sobrepondo-se além da morte. Sob esse aspecto, Jesus não é um rei mais
poderoso do que todos os soberanos? Foi, pois, com razão que disse a
Pilatos: Eu sou rei, mas meu reino não é deste mundo.
[…]
Para  se preparar um lugar neste reino celeste, é preciso a abnegação, a
humildade, a caridade em toda a sua prática cristã, a benevolência para
com todos. Não se pergunta o que foste, que posição ocupaste, mas o bem
que fizeste, as lágrimas que enxugaste.
Senhor, Jesus! Disseste que o teu reino não é deste mundo, pois é preciso sofrer para alcançar o Céu, e pelos degraus do trono não nos aproximamos dele. São os atalhos mais difíceis da vida que nos levam para lá. Procura, então, o caminho nas dificuldades e nos espinhos e não entre as flores.
Os homens correm atrás dos bens terrenos como se pudessem guardá-los para sempre; mas aqui não há mais ilusões. Logo percebemos que apenas nos apoderamos de uma sombra e que desprezamos os únicos bens sólidos e duráveis, os únicos que nos seriam úteis na morada celeste, e os únicos que poderiam dar acesso a essa morada.Textos bons pra reflexão, leitor(a) amigo(a)! Retirei-os do Capítulo 2 do livro O Evangelho Segundo o Espiritismo, de Allan Kardec.

 Obrigada pela visita! Alegria e Paz!

Marlene Oliveira

Share