Oportunidade de Redenção

Wallpaper: In the Mist, Lexington, Kentucky.

Senhor!
Ensina-nos a santificar o trabalho.
Confiaste-nos as tarefas de redenção e agora nós Te rogamos a oportunidade de exercê-las com enobrecimento e valor.
Tua voz nos chega, conclamando-nos ao processo de redenção, todavia, esmagados pela volúpia do egoísmo, não temos sabido valorizar a oportunidade sublime.
Aprendemos, Contigo, luta e sacrifício, abnegação e caridade. Apesar disso, ainda nos detemos nas lutas das paixões insensatas, longe da ação libertadora e do bem que santifica.
Hoje, clarificados pelo Teu Evangelho, fazemos uma pausa para escutar-Te melhor no imo da alma, e podemos seguir-Te despojados das exterioridades deprimentes, às quais nos detemos amarrados.
Praza a Ti, Senhor, que aqui, na Tua Oficina de Luz, dedicada ao ministério do amor, possamos encontrar-nos Contigo, para que nos ensines a nos encontrarmos com nós mesmos, alterando, em definitivo, a diretriz das aspirações que nos retêm na retaguarda.
Amigo dileto,
Lá fora há tempestade! Faze que aqui haja paz.
A violência corre nas avenidas do mundo. Ajuda-nos a manter a harmonia interior, a fim de abrandarmos as conseqüências da rebeldia.
O desespero cavalga os instintos agressivos e as cidades se transformam em megalópoles de agonia! Concede-nos a honra imerecida de plasmar o amor aqui dentro, para que ele vá, logo depois, reunindo os destroços ainda fumegantes e edificando o santuário da harmonia geral, no qual habitas, assim amparando o coração agoniado dos sobreviventes.
Não te pedimos, Senhor, a terapia preventiva que temos buscado através dos séculos, por impossibilidade de consegui-la.
Silenciamos as nossas ansiedades para suplicar-Te oportunidade de redenção e ensejo de trabalho que nos cumpre santificar em Tua casa de amor.
Sê, por isso, o hóspede invisível do nosso lar, o conviva especial do nosso templo, aqui recebendo os refugiados da agonia e os necessitados de esperança, apontando-lhes o rumo, caso não estejamos em condição de fazê-lo em Teu nome.
Senhor!
Esta é a casa que Te oferecemos em nome do amor, para que Teu amor aqui estabeleça as bases da era nova que nos cumpre viver.

Bezerra de Menezes
(Compromissos Iluminativos, Ed.LEAL, 1991, pág.14)

***

Espero que gostem também! Alegria e Paz! ^.^

Share

A Caminho da Nova Era (trecho)

Foto/wallpaper: Dusky Dolphin, New Zealand.

Os grandes mestres da Espiritualidade nos informam que a chegada do terceiro milênio indica o fim da Era de Peixes, regida pela mensagem amorosa de Jesus, e o início do ciclo de Aquário, período em que a humanidade terá novas metas a alcançar em sua senda evolutiva.

Após o período de transição para a Nova Era, somente os espíritos eleitos através da conquista do amor e das demais virtudes cristãs obterão o ingresso para prosseguirem reencarnando na Terra, enquanto os rebeldes que não se enquadrarem dentro do perfeito código moral do Evangelho de Jesus serão exilados para um mundo de ordem inferior, onde realizarão suas experiências reencarnatórias futuras, sempre lamentando o paraíso perdido, assim como descrito na lenda bíblica a respeito de Adão e Eva.

O cenário acima descrito convida-nos a profundas reflexões…

Se estamos aqui encarnados nesse crucial momento de evolução de nossa humanidade (e temos consciência disso) é porque assumimos um compromisso com a Alta Espiritualidade antes de reencarnarmos no sentido de promovermos a evolução das religiões preparando-as para a mentalidade da Era de Aquário, ou seja, direcionando-as para uma verdadeira consciência espiritual, liberta de dogmas e rituais exteriores, procurando voltá-las para uma sincera e exclusiva busca do amor e da sabedoria incondicionais.

O que resume a nossa presença na “Terra física”, ou seja, estarmos reencarnados no mundo material, é a necessária conquista de “evolução”, não somente no campo espiritual propriamente dito, mas em todos os sentidos. É fundamental que nos tornemos pessoas melhores a cada dia para nos libertarmos da barbárie rumo a um nível superior de civilidade, que se assemelha ao reino dos Céus pregado por Jesus em suas maravilhosas parábolas evangélicas. […]”

Roger Bottini Paranhos site Universalismo Crístico.
Share